ads

Slider[Style1]

CARNAVAL 2016

TRADIÇÃO NA MÍDIA

ENTREVISTAS

VÍDEOS

Gres Tradição escolheu na madrugada desta terça seu samba para o Carnaval 2016.

Comunidade prestigiou a festa do Condor .

Com o prestígio da comunidade a Azul e Branco de Campinho que vai levar para a avenida o enredo “Clementina, cadê você?” desenvolvida pelo carnavalesco Leandro Valente ,escolheu nesta madrugada (17) o hino que cantará na avenida em 2016. O samba vencedor foi da parceria 10 dos compositores Arlindo Neto, Lequinho, Junior Fionda, Pixulé, Tinga, Gabriel Martins, Zé Luiz Escafura, Anderson Lemos, Fadico e Igor Leal . Segundo a presidente da agremiação Raphaela Nascimento, o samba representará muito bem o enredo na avenida.
“ Estou muito feliz e tranquila , um samba lindo que representará muito bem nossa escola e nosso enredo na avenida – disse, emocionada e feliz , a presidente .
O evento contou com a apresentação do segmentos da escola, e do Grupo Puro Samba que animou ainda mais a festa, e com a presença de representantes das co-irmas, imprensa e da Rainha Monique Rizetto que deu um show a frente da Batera Explosão de Elite do mestre Demétrius Luiz
O anúncio oficial foi feito pela presidente do Condor , Raphaela Nascimento e, a obra campeã foi apresentada por Marquinho Silva , intérprete da azul e branco de Campinho..
Confira o samba campeão da Tradição para o carnaval 2016:
Eu vou cantarolar a noite inteira
Dando um banho na tristeza
Faço a festa começar
Eu sou
Tradição, eu sou guerreira De Mangueira a Madureira
Fiz meu samba ecoar
Firmei partido lá na casa de sinhá
Mas batuque na cozinha a sinhá não quis deixar
E quem diria fui aplaudida de pé
Pelas asas de um anjo não perdi a minha fé
E eu venci… Marinho só…
E na tristeza eu dei um nó…
Soltei a voz e cantei feliz!
E eu venci… Marinho só…
E na tristeza eu dei um nó…
Jamais esqueci a minha raiz
Sonho meu…
Vai buscar os meus amores
E também os desabores que na vida encontrei
Um brinde a felicidade
Num gole pra matar essa saudade
Hoje o partido é firmado na palma da mão
E meu nome lembrado em mais um refrão
Dessa gente que ergue a bandeira do samba e da Tradição
Vem ver a rainha brilhar
Nas rodas da vida sambar
E eternamente o povo a cantar!
Cadê você menina?
De Jesus onde andará Clementina?
Sei que você estará
Aonde o samba firmar (Pra vadiar…)
O Gres Tradição será a oitava escola a desfilar no dia 09 de fevereiro de 2016, na Intendente Magalhães.

A azul e branco de Campinho abre inscrição para Ala de Comunidade.


O Gres Tradição dará inicio na próxima terça dia 01 de dezembro as inscrição para ala de comunidade .

As fantasias são gratuitas e o único compromisso do componente com o Condor de Campinho é o de frequentar os ensaios que acontecem toda terça na quadra da agremiação à partir das 20h.
Para os interessados em desfilar pela Tradição, é só ir até a quadra, toda terça-feira ás 20h procurar o Mazinho presidente das alas reunidas, portando 1 foto 3x4 e documento de identidade
O Gres Tradição que tem o enredo “Clementina , cadê você?” do carnavalesco Leandro valente e será a oitava escola a desfilar no dia 09 de fevereiro de 2016, na Intendente Magalhães.

Tradição realiza a grande final de samba, para o carnaval 2016, nesta terça



O Gres Tradição realiza grande final com quatro sambas na disputa.
A azul e branco irá eleger seu hino para o carnaval 2016 nesta terça

Onze obras participaram do concurso que irá eleger o hino do Condor para o carnaval 2016 e na noite desta terça, 17, quatro obras se apresentarão na grande final. Segundo a presidente da agremiação os sambas finalistas são de qualidade.

“Temos quatro belas obras ! Foi uma disputa difícil , bem acirrada e na próxima terça conheceremos o campeão, estou tranquilha pois todas as obras são de excelente qualidade, o escolhido com certeza irá representar bem a nossa escola, o nosso enredo e nos ajudará a realizar um grande espetáculo para que possamos voltar à Marques de Sapucaí”- disse a presidente Raphaela Nascimento.

A programação terá início as 20h com show do Grupo Puro Samba seguida da apresentação dos segmentos da escola e da bateria Explosão de Elite do Mestre Demétrius Luis . Após o show as parcerias se apresentarão em 4 passadas.

Confira a ordem de apresentação dos finalistas:

Samba 3 – Autores: Rodrigo Jacopetti, João Mafra, Edson Daffeh, Celsinho Mody e Rodrigo Moreira

Samba 8 - Autores: Jorginho Moreira, Adilson Brandão, Rodrigo Ponte, Allexandre Valle Filho

Samba 9 - Autores: Alexandre Soutinho (Xandin Purosamba) e Gabriel Coriolano (Gabriel Purosamba)

Samba 10 - Autores:Arlindo Neto, Lequinho, Junior Fionda, Pixulé, Tinga, Gabriel Martins, Zé Luiz Escafura, Anderson Lemos, Fadico e Igor Leal


No próximo desfile o Gres Tradição levará para a avenida o enredo “Clementina, cadê você?”desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Valente e será a oitava escola a desfilar na terça de carnaval.

Serviço:
Horário: a partir das 20h
Entrada: Franca
Local: Estrada Intendente Magalhães,160 - Campinho - RJ




Atenciosamente
Joci Carla
Ass.Com
97900.9690

Tradição tem nova rainha de bateria - SRZD.COM



Obs.: Você será redirecionado para outro site.

Tradição contrata novo reforço, o coreógrafo Giliard Pinheiro



A escola de Campinho, que exaltará Clementina de Jesus na avenida, fechou nesta terça, dia 27, com Giliard Pinheiro. O novo coreógrafo de comissão de frente chegou para completar o time que já trabalha em ritmo acelerado para um grande espetáculo. Gil, como é conhecido, tem passagem pela Porto da Pedra, detentor de vários prêmios como diretor da ala dos passistas. Ele integra as famílias Estácio, Alegria da Zona Sul e Folia da Viradouro.

Já há um bom tempo acompanho o trabalho do Gilliard, o desejo de trazê-lo para nossa escola era muito grande, uma pessoa muita talentosa que pode alçar voos maiores, acredito na capacidade dele e por isso resolvi convidá-lo para ser nosso coreógrafo. Disse a Presidente Raphaela Nascimento.
Bastante feliz com a contratação Gilliard diz: Comandar a comissão de frente de uma escola tão tradicional e grandiosa como esta é de grande responsabilidade e de uma imensa satisfação, é uma grande conquista como também um grande desafio profissional .




Giliard acrescenta - Estou muito feliz e lisonjeado com o convite, aceitei o desafio e vou me empenhar para superar todas as expectativas e conseguir a pontuação máxima. Agradeço a presidente Raphaela Nascimento pelo convite e ao carnavalesco Leandro Valente a confiança de entregar em minhas mãos um dos quesitos mais importantes da escola.


Segundo o carnavalesco da escola, reencontrar Giliard profissionalmente será uma honra. “Conheço o empenho do Giliard. Já tive o prazer de trabalhar com ele durante alguns anos, inclusive da produção e execução de um musical na produção. Além de talentoso, ele tem muita vontade e sempre faz bem feito o q lhe eh proposto. Acredito numa bela comissão. Emocionante. A cara do nosso enredo e no clima da equipe”.

O coreógrafo já tem em mente sua equipe formada e iniciará os ensaios logo após a escolha de samba que acontecerá no dia 17 de novembro .
O G.R.E.S Tradição levará para a avenida o enredo “Clementina, cadê você?” desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Valente e será a oitava escola a desfilar no dia 09 de fevereiro de 2016. 

TRADIÇÃO QUER VOLTAR A VOAR ALTO

Reportagem original publicada pelo O Globo



Será o primeiro carnaval de Raphaela Nascimento no comando da Tradição. Ela é filha do fundador e ex-presidente da escola, Nesio Nascimento - Guilherme Leporace / Agência O Globo


Fundada em 1984 por dissidentes da Portela, a Tradição viveu grandes momentos no Grupo Especial. Porém, no próximo carnaval vai amargar, pelo segundo ano consecutivo, o exílio na Série B, a terceira divisão do carnaval. Mesmo assim, o condor imperial, símbolo da escola, planeja voltar a voar alto.

Para isso, a agremiação azul e branco levará para a Estrada Intendente Magalhães (onde acontecem os desfiles das séries B, C, D e E) o enredo “Clementina, cadê você?”, uma homenagem à sambista Clementina de Jesus, desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Valente.

A escola vem com novidades. Principalmente no comando: Raphaela Nascimento, de 23 anos, assumiu a presidência. Ela é filha de Nesio Nascimento, um dos fundadores e único presidente até então.

— Será meu primeiro carnaval no cargo. Já fui princesa, rainha de bateria e vice-presidente. A atual diretoria é toda jovem, ocupando funções pela primeira vez, chegando com novas ideias. Mas meu pai também começou novo, aos 22 anos. Agora ele se tornou presidente de honra — explica Raphaela.

A presidente pretende honrar o nome do pai.

— Prometi para ele levar a Tradição de volta à Marquês de Sapucaí. Primeiro, vamos para o grupo de acesso. Depois, chegaremos ao Especial. Estou muito animada. Quero dar esse presente ao meu pai — avisa.

O enredo vem sendo elogiado. O diretor de carnaval da Caprichosos, Vitor Hugo Matos, que também ocupa o cargo de diretor geral de harmonia da Tradição, está confiante.

— Apesar desse fardo da Série B, ousamos fazer um enredo digno de Grupo Especial, com um tema maravilhoso. E a safra de sambas tem sido boa (a escolha será no próximo dia 17). Tudo está contribuindo para trilharmos o caminho da volta — avalia o dirigente.

Para Raphaela, o enredo tem tudo para fazer sucesso.

— Clementina de Jesus é um mito da nossa cultura, uma mulher guerreira — enaltece a presidente.

A agremiação tem sua sede exatamente na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, local dos desfiles. No ano passado, a quadra passou por reformas e se transformou em uma moderna casa de show.

— Fizemos uma parceria com os sócios do Barra Music e inauguramos a nova quadra em fevereiro de 2014. Nossa estrutura está à altura das grandes escolas, sendo a única em estilo de casa de shows — conta Raphaela.

A Tradição viveu uma ascensão meteórica, já desfilando na elite do carnaval quatro anos após a sua fundação. Conquistou sua melhor colocação no Grupo Especial, o sexto lugar, em 1994, com o enredo “Passarinho, passarola, quero ver voar!”.

Em 2001, teve grande destaque ao homenagear o apresentador de TV e empresário Silvio Santos, com o samba “Hoje é domingo, é alegria, vamos sorrir e cantar!”. Em 2004, lembrou as próprias raízes ao reeditar o samba da Portela “Contos de areia”, de 1984 (o último título da escola de Madureira). Em 2005, veio o rebaixamento, iniciando um sobe e desce, entre a segunda e a terceira divisões.

Reportagem original publicada pelo O Globo

Leia a sinopse do enredo da Tradição para o Carnaval 2016


"Clementina, cadê você?"

Cantarolava desde menina, mas a vida dura por muito tempo não deixou meu canto embalar. Muita faxina fazia para meu pão poder ganhar. Ninava as crianças para o choro acalentar. Depois batucava na cozinha para eu não chorar! Mas batuque na cozinha, sinhá não quer. Por causa do batuque, eu queimei meu pé.


Morei em Mangueira, Oswaldo Cruz e Madureira. Um dia cantei alto e um moço importante eu fiz sorrir! Subi então aos palcos sem maldade e fui aplaudida aos 63 anos de idade. Deixei raiz e legado. Ser reconhecida era um sonho que não tinha nem como imaginar. Era como não ser dalí. Era como não ser de lá. De São Salvador ou terras de além-mar, solitária como um marinheiro só!


Cantei com vozes importantes e muito premiada eu fui. Mas nunca liguei para o luxo, pois do morro eu vim e na pobreza me criei. Minha vontade era a voz soltar. Errei, acertei e amei até quem não deveria amar! Com torresmos à milanesa e um copo de cerveja brindava a vida que não era brincadeira. No samba me reinventei e fiz o meu lar. Sambista me tornei com orgulho a bradar. Fui coroada rainha do partido alto, interpretei, criei e tive o meu lugar. No carnaval cantava jongos. Era batuque sem parar. Hoje, sou homenageada e vou para a folia vadiar! Quer me achar? É muito fácil, estou em todo lugar. Vou vadiar, vou vadiar... . Ah, eu vou!

SAMBA OFICIAL DO CARNAVAL 2015 DA TRADIÇÃO



Top